02/10/2019

Atualizado em 03/10/2019 – 12h30

Foto: Mejud

20190926_163557

A solenidade final será no Salão Nobre do Palácio da Justiça Rodrigues Campos

O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), por meio da Memória do Judiciário Mineiro (Mejud), sedia no próximo dia 4/10, às 18h, a cerimônia de entrega das premiações das equipes e oradores campeões da I Competição Mineira de Direito e Processo Penal promovida pelo Instituto de Ciências Penais (ICP). A solenidade será realizada no Salão Nobre do Palácio da Justiça Rodrigues Campos, sede do Museu da Mejud, localizado na avenida Afonso Pena 1.420, centro, em Belo Horizonte.

A Competição congrega equipes de graduandos das mais diversas instituições de ensino superior de diferentes estados do país. Nas etapas finais, programadas para dos dias 3/10, na Escola Superior Dom Helder Câmara, e 4/10, na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), os estudantes debaterão sobre um caso, simulando um julgamento dos tribunais.

As equipes serão julgadas por renomados profissionais da área jurídica, reconhecidos pela contribuição relevante na área criminal. Participam os desembargadores Kárin Emmerich, da 1ª Câmara Criminal, e Marcílio Eustáquio Santos, da 7ª Câmara Criminal do TJMG.

Para o superintendente da Mejud e ex-presidente do TJMG, desembargador Lúcio Urbano, é uma honra receber, no Palácio da Justiça, antiga sede do Poder Judiciário mineiro, os estudantes que se destacaram no certame. “Esperamos que sejam bem-sucedidos em suas futuras carreiras”, disse.

Segundo o presidente do ICP, Gustavo Silva, “as competições permitem a aplicação do conhecimento teórico na resolução de problemas de forma desafiadora, permitindo ainda o desenvolvimento de habilidades como a oratória e o improviso”.

De acordo com a presidente do ICP Jovem, Paula Brener, as simulações funcionam muito bem na promoção do engajamento entre os alunos e contribuem para a formação acadêmica.

A Competição tem o apoio da Mejud, da Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos de Minas Gerais (Adep), da Associação Mineira do Ministério Público (Amma) e do Instituto dos Advogados de Minas Gerais (IAMG).

(Texto com informações do ICP)