As Notas Históricas consistem em importante fonte de consulta sobre fatos relevantes da Justiça Mineira desde a instalação das primeiras comarcas no início do século XVIII. Produzidas pela equipe de pesquisadores da Mejud, as Notas são publicadas na Revista Jurisprudência Mineira, editada pela Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef), e estão disponíveis em formato eletrônico para acesso e download na Biblioteca Digital do TJMG. É necessário ter o Adobe Acrobat Reader ou software similar leitor de arquivos do tipo PDF.


Acção di liberdade – 1876 – Comarca de Paraopeba, Sete Lagoas, Tribunal da Relação do Ouro Preto  (Edição 170)

Livro para os quadros da classificação dos escravos que tem de ser libertados pelo fundo de emancipação (Edição 171)

Di Cavalcanti e o TJMG (Edição 172)

Os Rábulas (Edição 173)

Memória e Construção de identidade (Edição 174)

Justiça e Sociedade na América Portuguesa (Edição 176/177)

Desembargador Affonso Teixeira Lages (Edição 178)

Preservar também é transmitir (Edição 179)

A visita da Família Imperial ao Tribunal da Relação de Ouro Preto (Edição 180)

A repercussão da promulgação da Lei Áurea no Trbunal da Relação de Ouro Preto (Edição 181)

A fotografia como instrumento de memória  (Edição 182)

Julho de 1889 – Atentado contra Dom Pedro II Tribunal da Relação de Ouro Preto e seu apoio ao Imperador (Edição 183)

A revolução histórica da função jurisdicional no Estado de Minas Gerais (Edição 184)

Iconologia da Justiça (Edição 185)

As Constituições Brasileiras e o Patrimônio (Edição 186)

A sentença condenatória de Tiradentes e a Construção do Mito (Edição 187)

A Revista Jurisprudência Mineira – 60 anos (Edição 188)

Museu, escola e suas relações com patrimônio e memória (Edição 189)

Da incineração à preservação das relíquias das Minas Gerais (Edição 190)

Sedes da 2ª Instância mineira (1873-1912) – As edificações como fonte de pesquisa (Edição 191)

Primórdios da Justiça Portuguesa no Brasil Colonial (Edição 192)

Histórico do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (Edição 193)

Recordando a memória do Poder Judiciário mineiro através das condecorações (Edição 194)

Estudo Histórico da Divisão Administrativa, Judiciária e Eclesiástica das Minas Gerais (Edição 195)

O Erário Régio de Sua Majestade e a administração fiscal nas Minas setecentistas (Edição 196)

Juízes, o provimento dos cargos ao longo da história da Justiça no Brasil (Edição 197)

Os topônimos das cidades mineiras como instrumento para construção da história do Poder Judiciário (Edição 198)

A Corte Portuguesa no Brasil (Edição 199)

Síntese histórica do Tribunal de Justiça (Edição 200)

De sertão inóspito às Minas do Ouro (Edição 201)

O testamento de um desembargador (Edição 202)

O Barroco e Rococó mineiro: arte, arquitetura, artistas (Edição 203)

Memória do Judiciário Mineiro – 25 anos (Edição 204)

A memória do Judiciário mineiro e a preservação do acervo de processos históricos do Poder Judiciário (Edição 205)

25 anos da Memória do Judiciário Mineiro (Edição 206)

140 anos do TJMG (Edição 207)

Histórico da Comarca do Rio das Mortes (Edição 208)

As apropriações na América Portuguesa da matriz jurídica cunhada na Universidade de Coimbra no século XVIII (Edição 209)

Discurso pronunciado pelo Desembargador Oliveira Andrade, presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, por ocasião da instalação do TRE-MG, em 30 de junho de 1932 (Edição 210)

Uma visão da história da Justiça na Comarca de São João del-Rei (Edição 211)

Vilas e Câmaras nas Minas do século XVIII; administração régia e justiça (Edição 212)

Memória institucional: uma análise sobre a Rede Memória das Instituições de Minas Gerais – Remig (Edição 213)

Bonfim e suas tradições culturais e religiosas (Edição 214)

Livro: Comarcas de Minas (Edição 215)

Memória do Judiciário e Direitos Humanos (Edição 216)

A incorporação dos julgados de Araxá e Desemboque ao Estado de Minas Gerais: o mito de Dona Beja (Edição 217)

Um elevador, uma história (Edição 218)

A evolução da divisão territorial de Minas Gerais sob o prisma da divisão judiciária mineira (Edição 219)

O jurista e o artista (Edição 220)

Os documentos e a Memória do Judiciário Mineiro (Edição 221)