27/02/2019

Foto: Márcio Luiz Chaves/carnavalacavalo.com.br

xCarnaval a Cavalo-Márcio Luiz Chaves

Em 2019, realiza-se mais um tradicional desfile do “Carnaval a Cavalo”, na cidade de Bonfim, Minas Gerais. A festa foi criada pelo Padre Chiquinho, no princípio do século 19, simulando a luta de Mouros e Cristãos.

O superintendente da Memória do Judiciário Mineiro (Mejud) e ex-presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), desembargador Lúcio Urbano Silva Martins, bonfinense ilustre, explica a significação histórica das cores dos belos ternos dos cavaleiros do Carnaval a Cavalo. “Vejamos o significado das cores dos ternos: branco e azul, França, antes da Revolução que mudou o mundo; preto e dourado, Império Germânico, do Imperador Carlos Magno; vermelho, dourado e azul, Inglaterra; vinho, vermelho e dourado, Castela e Aragão; verde e vermelho, Portugal; e vermelho e prata, Santa Sé, Itália e România”, revela o magistrado.

Este ano, o desfile a cavalo será realizado nos dias 3 e 4 de março, de 14h30 às 17h30, e no dia 5, de 14h30 às 18h. A festa terá a participação, em todos os blocos tradicionais, da Corporação Musical Padre Trigueiro, fundada em 1878 e sendo uma das mais antigas de Minas Gerais.

A cidade de Bonfim situa-se no maciço do Espinhaço Meridional, integrante da Região Metalúrgica, Bacia do Rio São Francisco. Dista 80 quilômetros de Belo Horizonte. Limita-se com os municípios de Brumadinho, Belo Vale, Piedade dos Gerais, Crucilândia e Rio Manso. O aniversário de Bonfim é a 7 de outubro, data da emancipação, que se deu em 1860.

Imagem: Divulgação/carnavalacavalo.com.br

xCarnaval a Cavalo 2019